Peniche recebe Laço Humano com surfistas


Dia 30 de abril pelas 14h realiza-se na praia do Baleal na Capital da Onda, Peniche, um Laço Humano com surfistas.

Trata-se de uma iniciativa solidária inserida no âmbito da campanha “Abril - Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância“, da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças, e que se realiza durante o mês de Abril de 2019.

Junte-se a nós neste evento. Seja solidári@, seja positiv@.

Acompanhe toda a atividade no aqui no Facebook.

Utilize aos hastags #cpcjpeniche e #oquemefazfeliz em todas as suas publicações positivas nas redes sociais.

A tod@s @s participantes será oferecida uma tshirt azul, feito um laço humano azul, seguido de uma “surfada solidária”.

A iniciativa de Peniche é organizada pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Peniche, com o apoio do Peniche Surfing Clube e da Surfrider Foundation Peniche.

Sobre o Laço Azul:

A Campanha do Laço Azul, (Blue Ribbon), iniciou-se em 1989, na Virginia, E.U.A., quando uma avô, Bonnie W. Finney, amarrou uma fita azul à antena do seu carro "para fazer com que as pessoas se questionassem".

A história que Bonnie Finney contou aos elementos da comunidade, que se revelaram "curiosos", foi trágica, uma vez que os seus netos tinham sido vítimas de maus-tratos físicos severos.

E porquê azul? Porque, apesar do azul ser uma cor bonita, Bonnie Finney não queria esquecer os corpos batidos e cheios de nódoas negras dos seus dois netos. O azul, que simboliza a cor das lesões, servir-lhe-ia como um lembrete constante para a sua luta na proteção das crianças.

Esta campanha, que começou como uma homenagem desta avó aos netos, expandiu-se a muitos países que, atualmente, utilizam as fitas azuis durante o mês de abril de forma a despertar consciências para esta problemática.

As fitas azuis correspondem a uma iniciativa de sensibilização para a responsabilidade coletiva para a prevenção dos maus-tratos, contribuindo para a afirmação da prevenção da violência e promoção dos direitos humanos da criança.

A CPCJ somos tod@s nós!


Informação complementar:
A CPCJ de Peniche, encontra-se a dinamizar as seguintes ações no âmbito do Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância - Abril 2019, sob o tema proposto pela Comissão Nacional, "Serei o que me deres... que seja Amor":

· ​a​tivi​dades sobre o tema "o que me faz feliz", consistindo em cartazes a serem elaborados por alunos do pré escolar e 1º ciclo e programa de rádio a ser transmitido a partir das escolas, nos restantes ciclos;
· ​​desaf​io a que sejam feitas partilhas associadas aos hastags #cpcjpeniche e #oquemefazfeliz;
· ​f​​aixa na entrada da cidade e​ nas sedes dos agrupamentos escolares;
· ​distribuição de pulseiras, golas e t-shirts com o tema "Serei o que me deres... que seja Amor"​, a serem distribuídos no âmbito de atividades;
· ​laço humano com surfistas, na praia do Baleal, às 14h do dia 30 de abril, apelando-se à participação de todos, dado tratar-se de um desafio que a Comissão Nacional lançou o para que a sua realização seja em simultâneo no máximo de localidades.



Para além das ações respeitantes ao mês de abril a CPCJ de Peniche encontra-se disponível para se associar aos acontecimentos que ocorram no concelho, mantendo presente o tema "o que me faz feliz" como determinante no trabalho de prevenção a desenvolver com todos os parceiros da comunidade.

Durante os próximos dois anos irão desenvolver-se os esforços para a definição do Plano Local de Promoção e Proteção das Crianças e Jovens do conselho, aguardando-se a colaboração de todos para que o mesmo responda às necessidades sentidas pela comunidade.

Comentários