segunda-feira, 27 de abril de 2009

Circuito de Surf de Peniche'09: Marco Silva vence 1ª etapa


CIRCUITO DE SURF DE PENICHE 2009
sponsored by:
1ª de 4 etapas
25 e 26 ABRIL

Domingo, 26 de Abril, 2º dia de competição na 1ª etapa do Circuito de Surf de Peniche 2009, na praia de Supertubos, amanheceu com ondas de metro e meio e vento off-shore, prometendo um dia de tubos e boas prestações.

E a verdade é que foi isso mesmo que aconteceu, com os surfistas empenhados na procura das ondas mais tubulares, sendo Dane Hall (na foto acima), surfista inglês residente em Peniche e atleta do PPSC, quem mais espetáculo deu neste particular, com dois grandes tubos no seu heat dos ¼ final, sendo também um dos destaques da prova ao alcançar as finais quer em Júnior, quer na competitiva categoria OPEN.

 

JUNIOR (Sub-20)

A categoria Júnior, depois de já disputadas as duas mangas da primeira fase no dia anterior, entrou neste dia nas meias-finais. Na 1ª meia-final foram António Ribeiro (2º) e João Durão (1º) que deixaram para trás o José Bebianno, ao passo que na 2ª meia-final, foi Miguel Oliveira, que não resistiu ao surf de António Faria (2º) e do ‘endiabrado’ Dane Hall, e ficou pelo caminho.

Na Final, João Durão, com 4,90 pontos, e António Faria, com 4,85 pontos, não encontraram as melhores ondas e nunca estiveram em posição de discutir a bateria. A disputa pela vitória esteve reservada para Dane Hall e António Ribeiro (na foto). 

Aqui, o António levou a melhor e com duas ondas fortes de 7,50 e 7,00 pontos, conseguiu um score seguro de 14,50 pontos e bateu o Dane, com 12,15 (6,40+5,75) pontos. Os quatro finalistas receberam troféus oferecidos pela Câmara Municipal de Peniche, ficando também isentos do valor da inscrição na próxima etapa.


1º António Ribeiro

2º Dane Hall

3º João Durão

4º António Faria

 

MASTERS (Over-35)

Categoria novidade no circuito deste ano, com o objectivo de trazer às provas a ‘velha’ geração do surf, podendo ter na praia durante cada prova os mais novos e os mais velhos surfistas, num ambiente de saudável confraternização. E esse ambiente foi traduzido em boa disposição, mas também numa luta acesa pela competição. Neste último dia de prova, faltava ainda disputar a segunda manga da primeira fase, para apurar os semi-finalistas.

Nas meias-finais, primeiro foram Jorge Cação (2º) e Acácio Grandela ‘Lelé’ (1º) a eliminar Hugo Amado, e depois, Valeriano Pego ‘Valara’ (2º) e António Leopoldo (1º) (na foto) deixaram para trás Hugo Cartaxana.

Na final, Jorge Cação, foi melhor que a concorrência e com score de 12,00 (6,50+5,50) pontos deixou para trás o Acácio Grandela ‘Lelé’ (8,65), que entre Open e Masters surfou em 6 baterias! Em 3ª e 4º lugar ficaram Valeriano Pego ‘Valara’ (5,65) e o António Leopoldo (5,20), respectivamente.

Os quatro finalistas receberam troféus oferecidos pela Câmara Municipal de Peniche.

1º Jorge Cação (na foto)

2º Acácio Grandela ‘Lelé’

3º Valeriano Pego ‘Valara’

4º António Leopoldo

 

OPEN

Logo ao início da manhã disputou-se a terceira ronda da competição, com quatro baterias de quatro competidores cada, para apurar os 8 melhores surfistas que iriam disputar os quartos-de-final man-on-man.

Aí, nos quartos-de-final man-on-man, na primeira bateria, foi o Francisco Cruz que bateu o júnior António Ribeiro, ao conseguir totalizar 8,40 (5,00+3,40) pontos contra 7,90 (4,10+3,80) pontos do António. Seguidamente, veio o heat de maior espetáculo do campeonato com Dane Hall a alcançar, logo na primeira onda da bateria nota máxima de 10,00 pontos, depois de realizar o melhor tubo da prova, seguido de outro grande tubo na sua terceira onda, onde conseguiu um 8,50 pontos. Totalizou assim 18,50 em 20,00 pontos possíveis, deixando para trás Acácio Grandela ‘Lelé’ com apenas 8,00 pontos. 

No terceiro ¼ final, Marco Silva, o surfista PPSC melhor classificado no Nacional de Surf em 2008, bateu o Campeão de Surf de Peniche 2008, Nuno Silva (na foto), com score de 10,60 (7,00+3,60) pontos contra 8,75 (4,85+3,90) do Nuno. Na última bateria da ronda, Diogo Gonçalves encontrou um bom tubo na sua segunda onda (6,50), do heat, e ganhou uma vantagem inicial sobre o Pedro Santos ‘Kid’, que não encontrou as melhores ondas, acabando o Diogo por conseguir vencer o heat com score de 11,75 (6,50+5,25), avançando assim para as meias-finais. O ‘Kid’ terminou a bateria com 7,00 (4,00+3,00) pontos de score.

# 1 Francisco Cruz (8,40) vs António Ribeiro (7,90)

# 2 Dane Hall (18,50) vs Acácio Grandela ‘Lelé’ (8,00)

# 3 Marco Silva (10,60) vs Nuno Silva (8,75)

# 4 Diogo Gonçalves (11,75) vs Pedro Santos ‘Kid’ (7,00)


Nas meias-finais, a primeira bateria opôs o Francisco Cruz ao Dane Hall (na foto). O inglês residente em Peniche, embalado pelo extraordinário heat da ronda anterior, arrancou logo um 8,00 pontos na primeira onda que lhe deu vantagem sobre o Francisco, que apesar das boas ondas que realizou, 6,40 e 5,75, totalizando 12,15 pontos, não foram suficientes para ultrapassar o Dane, cuja segunda melhor onda, de 6,25 lhe permitiu totalizar 14,25 pontos, e avançar para a desejada final. No segundo heat da ronda, onde se disputava o outro lugar na final, a luta foi renhida até à última. Perto do final, Marco Silva liderava a bateria com 12,95 (6,75+6,20) pontos o que deixava Diogo Gonçalves a precisar de uma onda de 6,95 pontos para passar para a frente. Na sua última onda, o Diogo ficou mesmo ‘à justa’, ao conseguir 6,90 pontos, ficando a 0,05 pontos de vencer a bateria ao terminar com 12,90 (6,90+6,00) pontos.

# 1 Dane Hall (14,25) vs Francisco Cruz (12,15)

# 2 Marco Silva (12,95) vs Diogo Gonçalves (12,90)


Na grande Final OPEN, disputada já com a maré um pouco cheia, não haviam tantas ondas tubulares mas, ainda assim, foi uma final disputada até à última onda. Acabou por ser uma final disputada porque o Marco Silva conseguiu, de forma inteligente, numa situação em que tinha a prioridade no heat, ‘sacar’ uma interferência ao inglês. Dane Hall, que após a interferência fez a melhor onda da bateria (7,25), para juntar ao 5,00 pontos que já detinha ficava assim com score de 9,75, dado que, com a interferência a pontuação da sua segunda melhor onda é reduzida para metade. 

Ainda assim liderou a bateria durante algum tempo, enquanto o Marco Silva (na foto) precisava de uma onda de 4,90 pontos para passar para primeiro. O Marco conseguiu depois uma onda de 5,00 pontos que o colocou na frente com score de 9,85 (5,00+4,85) pontos. Até final, o Dane não encontrou a onda certa para obter o 5,20 pontos que precisava, e terminou em 2º lugar, sendo Marco Silva (na foto abaixo) o grande vencedor desta etapa.

# 1 Marco Silva (9,85) vs Dane Hall (9,75)

Os quatro primeiros classificados receberão troféus oferecidos pela Câmara Municipal de Peniche. O vencedor recebeu ainda prize-money de 50 euros e uma estadia gratuita na neve, em Andorra, oferta da agência de viagens SlideIn.Travel. Segundo e terceiros classificados receberam também prize-money, de 30 e 20 euros, respectivamente, numa cerimónia de entrega de prémios honrada com a presença do Ex.mo Sr. Presidente da Câmara Municipal de Peniche, António José Correia.

1º Marco Silva

2º Dane Hall

3º Francisco Cruz

4º Diogo Gonçalves

 

Melhor onda: Dane Hall - 10,00 pts (Round 4 - heat 02)

Melhor score: Dane Hall - 8,50 pts (Round 4 - heat 02)


Os grandes parceiros do Circuito de Surf de Peniche são a RIP CURL, Câmara Municipal de Peniche e a agência de viagens SlideIn.Travel. Esta etapa contou ainda com os importantes apoios: 58 Surf Shop, Peniche Surf Camp, Baleal Surf Camp, Maximum Surf Camp, SurfCastle Surf Camp, Bocaxica Surf, Seven Days Surf Shop, SPO Surfboards, Koala Surfboards, Fatum Surfboards, Wax OAM, Prainha Bar-Restaurante, Bigodes Bar, Bar da Praia, Taberna dos Almocrebes, Frutas O Melro, e ainda os apoios de Surfing Baleal Surf Camp, Danau Bar, Bar d’ilha, Peniche Surf Shop, Baleal Shop, Café O Búzio, Ginásio ReFísca, e JDClamo Publicidade.

Os media partners locais são a 102FM Rádio, Jornal Correio Popular de Peniche e Jornal de Peniche online.

Toda a informação sobre o Península de Peniche Surf, no Blog do clube em http://peninsulapenichesurfclube.blogspot.com/

Fotos:

1 - Tubo nota 10 de Dane Hall (click TBRANCO)

2 - O vencedor júnior António Ribeiro (click TBRANCO)

3 - 4 finalistas Junior (click João Rosa)

4 - Cut-back de António Leopoldo 'Léo' (click TBRANCO)

5 - Jorge Cação, vencedor Masters (click João Rosa)

6 - Tubo 'clean' de Nuno Silva (click TBRANCO)

7 - outro tubo, Dane Hall (click TBRANCO)

8 - Boa rasgada de Marco Silva, vencedor Open (click TBRANCO)

9 - Top 4 Open (click João Rosa)

10 - Foto de 'família' (click TBRANCO)

Aqui poderás ver o slide-show de todas as fotos realizadas pelo fotógrafo do campeonato TBRANCO http://sites.google.com/site/wwwtbrankpt/circuito-ppsc-2009

Sem comentários: